Text Resize

-A +A

You are here

Royalties de petróleo e gás aumentam 40% em janeiro

20 DE February DE 2018

Aumento das receitas reflete, sobretudo, a valorização dos preços do petróleo no início deste ano

 A arrecadação de royalties sobre a produção de óleo e gás começou 2018 com uma alta de 40% em janeiro, ante igual mês do ano passado. Segundo dados da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), as atividades da indústria petrolífera geraram receitas de R$ 1,553 bilhão para Estados, municípios e a União, no mês passado.

Os Estados arrecadaram, ao todo, R$ 440 milhões, o que representa aumento de 38% frente a janeiro do ano passado. No Rio de Janeiro, houve um crescimento de 45,5% nas receitas, para R$ 278 milhões. Já a arrecadação dos municípios subiu 40,9%, para R$ 534 milhões, enquanto a União ficou com R$ 441 milhões (40%).

O aumento das receitas reflete, sobretudo, a valorização dos preços do petróleo no início deste ano. Segundo a ANP, a cotação do Brent subiu 38%, para uma média de US$ 62,62 em janeiro. Para efeitos de comparação, no início do ano passado o barril era negociado a US$ 45.

A expectativa é que as receitas dos royalties mantenham a trajetória de crescimento iniciada em 2017. No ano passado, houve uma alta de 71% na arrecadação, para R$ 30,47 bilhões, incluindo participações especiais, e que interrompeu um sequência de três anos seguidos de queda.

Segundo projeções do Centro Brasileiro de Infraestrutura (CBIE), a receita dos royalties e participações especiais deve subir 20% este ano, para R$ 36,47 bilhões. As estimativas levam em consideração um cenário mais favorável nos preços do barril no mercado internacional e a expectativa de crescimento na produção nacional.

Fonte: Valor